domingo, 16 de novembro de 2008

Capital federal não é só colarinho branco

Começou na sexta-feira (14) o Brasília Fashion Festival, um dos dois eventos de moda da capital federal. As apresentações, que tem a participação de marcas locais e de grandes marcas nacionais, terminam hoje. Entre elas estão Fernanda Ferrugem - querida das candangas modernas - e NagelaMaria - estreante no evento, porém veterana no mercado local já com quase duas décadas -, Efigênia Costa, Lis Dalcorte e Uódafoca e grandes marcas nacionais como Isabela Capeto.



Os desfiles serão divididos em cinco módulos: a) artesania b) estilistas estreantes c) estilistas locais d) marcas locais e)marcas nacionais.

a) Aqui entram artesãs do grupo Paranoarte, Mãos que Criam e LACRE. A estilista Icléia Coutinho, que trabalha com artesãs do Distrito Federal e de Fortaleza (CE), criou uma coleção exclusiva para apresentar no BFF. Este módulo está sob consultoria de Ronaldo Fraga e styling de Fabrício Vianna.

Os elementos que caracterizam o nordeste brasileiro, étnico e tradicional – as rendas, os bordados e as franjas – aparecem na coleção Linhas que Traçam Renda, de Icléia Coutinho. Na apresentação da LACRE são aqueles lacres de latinha de refrigerantes e cervejas que se transformam em bolsas, carteiras e cintos. Mãos que Criam e Paranoarte também são inovadores no seu caráter ambiental. Além dos lacres de latinhas, criam suas peças com jornal, biscuit, garrafa PET e crochê. No evento a Paranoarte vai apresentar coleção criada com restos de banner. Entendi outdoors, certo?

Nada de novo, nenhuma tendência além de segui-la. O espetáculo ficou com essa bolsa da Mãos que Criam, que eu compraria só pra ver como é a lateral.



DICA (nada a ver com o assunto, mas me lembrei): Bag For Life é uma marca de bolsas ma-ra-vi-lho-sas e o melhor é que elas não agridem o meio-ambiente. São de materiais ecologicamente corretos, tem design exclusivo e (olha o bairrismo) são gaúchas! Pra quem não conhece, show room na P.Chagas 327 loja 05.


Bag For Life – coleção ExMidia

b) Estilistas estreantes mostrará o trabalho de Efigênia Costa, Lis Dalcorte e Uódafoca, que sobem à passarela pela primeira vez em suas carreiras.



c) Em Marcas Locais serão mostradas as novas coleções de gente que brilha na moda brasiliense. Será composto por grifes da capital federal. Destaque para NagelaMaria.

d) Estilistas nacionalmente conhecidos como Isabela Capeto, Néon, Gloria Coelho e Alexandre Herchcovitch formam a lista dos convidados deste ano.

Reportagem: Gabriela Casartelli

Um comentário:

PARANOARTE disse...

Sou Aida Rodrigues, uma das coordenadoras da rede solidária de artesanato e cultura popular PARANOARTE. Encontrei seu blog na internet. Respondendo sua pergunta: os banners são mesmo as lonas plásticas de propaganda e marketing, ou outdoors, como vc falou. As lonas plásticas foram recebidas em doação e cortadas numa gráfica parceira - CHARBEL, em tiras finas com 0,3 - 0,5 - 0,8 - 1,0 - 1,2 e 1,5 centímetros de largura e, com fios de algodão cru, foram literalmente tecidas em tear manual pelas artesãs da cidade goiana de Pirenópolis, em parceria com a tradicional Tissume Tecelagem da queridíssima Mercedes Montero. Todas as roupas do desfile foram confeccionadas a partir deste material.
As bolsas foram feitas a partir da tecelagem de fios crus com rolinhos finos de papel jornal e as sandálias, com crochê entremeadas com tirinhas de banner. Esta parte foi realizada pelas artesãs do Distrito Federal.
Para conhecer mais nosso trabalho acesse os seguintes endereços:
site: www.paranoarte.org
blog: www.paranoarte.blogspot.com
fotolog: www.flickr.com/photos/paranoarte
Grande abraço.